O MDM requereu a declaração da inconstitucionalidade da resolução que aprova a Conta Geral de Estado de 2015. A bancada não concorda com a inclusão das chamadas dívidas ocultas no documento aprovado na semana passada.

Enviado em 20/05/2017
|