RENAMO diz que não aceita que incluam as dívidas ilegais e inconstitucionais na conta geral do estado.

Enviado em 26/04/2017
|