O Presidente da República diz que em nenhum momento o governo disse que se opunha à realização da Auditoria Internacional Forense às chamadas dívidas ocultas. Apenas tem estado a encorajar as investigações levadas a cabo pelas instituições

Enviado em 11/11/2016
|