Teófilo Nhangumele nega que tenha lesado o Estado ao engendrar o projecto que culminou com a criação da ProIndicus, empresa que fez um empréstimo ilegal de 622 milhões de Meticais. Nhangumele entende que todas as irregularidades cometidas pela e

Enviado em 27/08/2021
|