O réu Fabião Mabunda diz-se inocente e que ele foi usado num esquema que descoinhecia por completo. Sucede que Fabião Mabunda assinou dois contratos coma Privinvest Shipbuilding e Logistics International, cujos objectos não se chegaram a realizar

Enviado em 13/09/2021
|