PRM tenta abortar “caminhada pela humanidade” em Maputo