Chuvas e ventos fortes poderão afectar mais de 70 mil pessoas na província de Sofala.