Um total de 140 cidadãos estiveram detidos neste final de semana na província de Maputo por alegada violação do decreto presidencial.