Moçambique envia à África do Sul 400 amostras suspeitas para apurar se tem ou não a variante indiana da COVID-19.